1ª Jornada de Inverno

No dia 23 de Janeiro realizou-se a 1ª Jornada Voluntária deste Inverno, que contou com um número invulgarmente elevado de voluntários: cinco. E ainda bem que assim foi já que o trabalho a realizar, bastante intensivo de mão de obra e num local paisagisticamente bastante degradado, era bem capaz de desanimar facilmente um pequeno número de elementos. O local é conhecido por Ribeira do Tojo, e fica junto à confluência com o Ribeiro de Belazaima de um dos maiores vales que a ele chegam na margem sul. Há aqui um conjunto de parcelas que foram adquiridas pela Quercus em 2009, com o objectivo de recuperar a galeria ripícola e a vegetação nativa circundante. Algumas delas, como as que foram alvo dos trabalhos deste dia, foram já parcelas cultivadas, pelos antigos habitantes da aldeia abandonada de Belazaima-a-Velha, que fica 1 km a montante. 30 anos de abandono, “ajudados” por cultivos florestais impróprios, a expansão das mimosas, e o fogo, foram suficientes para deixar este local num estado de grande degradação, paisagística e ecológica.

Uma equipa de Sapadores Florestais realizou aqui no ano passado a parte mais difícil da intervenção, que consitiu no corte das mimosas, as verdes, e também as queimadas, muitas delas já no chão, mas cujos ramos se encontravam emaranhados com as verdes e com o silvado, que nestas terras férteis e frescas cresce também intensamente. A série de 8 fotos [1-8] com que se lembra esse trabalho, realizado em Junho de 2009, é também um pequeno tributo ao trabalho paciente e exigente realizado com grande empenho por essa equipa da Associação Florestal do Baixo Vouga. Como resultado dessa intervenção, toda a lenha ficou espalhada pelo terreno, tendo o difícil acesso levado a que pouca dela fosse recolhida. Já no Outono a maior parte dos rebentos de mimosa foi pulverizada com herbicida, mas como sempre acontece, nem todas foram atingidas, apresentando o local em finais de Dezembro o aspecto ilustrado pelas fotos: lenha espalhada pelo chão e rebentos de mimosa [9-10].

Deste modo, e embora levando 40 árvores na “bagagem” para plantar, os trabalhos iniciaram-se com uma limpeza do terreno, juntando-se a lenha em montes e cortando-se o silvado e as mimosas com uma ceifeira. E nesse trabalho se andou toda a manhã! Felizmente o tempo esteve bom, embora ao chegar tivessemos tido uma chuvada como acolhimento! Mas em contrapartida uma águia levantou voo com a nossa chegada e um voluntário encontrou uma pequena salamandra. Foi o suficiente para animar os participantes.

Depois de uma manhã de trabalho [11] e de um suculento almoço começámos com um trabalho difícil: o corte da maior árvore viva num raio de kilómetros! [12] Tratava-se de uma mimosa instalada mesmo na margem do Ribeiro que, pela sua dimensão, tinha sobrevivido quase intacta ao incêndio de 2005. O corte e “desmontagem” da mimosa levou quase uma hora [13], e já passava das 15:30h quando finalmente se iniciou o trabalho mais esperado do dia: a plantação de árvores [14]. Tratava-se de carvalhos e castanheiros em tabuleiros de alvéolos, com um ano de idade. E este trabalho decorreu em grande animação, até que o pôr-do-sol o interrompeu [15].

Ainda tempo para um lanche e era já escuro quando a cansada mas feliz equipa de voluntários deixou o Ribeiro de Belazaima. Isto não obstante terem passado boa parte do dia não ouvindo o canto dos pássaros e o crepitar das águas do Ribeiro, mas o desagradável ruído das máquinas de 2 tempos, a motosserra e a ceifeira. Mas claro, tudo foi um investimento para que no futuro as coisas melhorem [16]. Para que, quando daqui a 10 anos aqui voltarmos às castanhas (foi essa a combinação), possamos dizer: apesar das penas, valeu a pena! No final, a “foto de família” [17].


P.D.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: