Após as férias…

Eis que, ao contrário do que pudessem pensar, o Projecto Cabeço Santo não se esqueceu de recomeçar as suas actividades após as férias. É verdade que não houve voluntários disponíveis para o dia 4, e é também verdade que para dia 18 havia vários voluntários, mas não houve jornada, desta vez por indisponibilidade do responsável pela respectiva organização (abaixo assinado). Indisponibilidade, é claro, devidamente justificada.

Deste modo, as jornadas de Verão acabaram por se ver concluídas,… sem jornada de conclusão. Mas em breve teremos as jornadas de Outono, com novas oportunidades de acção.

Entretanto passou ontem mais um aniversário do 18 de Setembro de 2005, uma espécie de “11 de Setembro” de Belazaima e sobretudo do Cabeço Santo, que deixou marcas ainda bem visíveis na paisagem local, e deu muito trabalho a todos os que no Projecto Cabeço Santo se têm envolvido. 5 anos depois, este foi também o Verão mais duro desde 2005, a pôr à prova as muitas árvores entretanto plantadas. Evidentemente, todo o cuidado foi tido quanto às espécies e seus locais de implantação, no entanto, a plantação não dá origem a plantas tão resistentes como as que ocorrem naturalmente, pelo que, nas condições ocorridas este ano, algumas baixas são inevitáveis. No Outono, realizar-se-á um primeiro balanço deste período de stress.

Entretanto, quatro anos depois do início do Projecto Cabeço Santo, um primeiro balanço global do projecto começa também a ser necessário, mas esse realizar-se-á no final do ano, com a conclusão do projecto financiado pelo Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu. Claro que a conclusão deste projecto não significa o fim do Projecto Cabeço Santo, pois se assim acontecesse grande parte do esforço dispendido seria desperdiçado. Se há coisa essencial neste projecto é que a pressão seja mantida sobre as plantas invasoras, e por vezes mantida em níveis muito elevados.

Mas também a ajuda à expansão da flora nativa precisa de ser mantida, já não através da plantação mas através da promoção da implantação por meios mais próximos dos naturais.

Há pois muito para fazer durante os próximos anos. Para já, em breve chegarão as “Jornadas de Outono” no Cabeço Santo. Estejam atentos!

Paulo Domingues

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: