Jornada do Solstício

Na última jornada voluntária de Primavera, a mais próxima do Solstício de Verão, a “tradição” desta Estação cumpriu-se mais uma vez: satisfazendo as nossas ânsias expressas do final do Inverno, também este Sábado se apresentou cinzento e chuvoso, o que é também uma explicação possível para a ausência de voluntários nesta jornada… No entanto, pelas 10:30h a chuva dava já lugar a um céu radioso e decorado de nuvens brancas. Por isso, ainda foi possível, já à tarde e com a vegetação mais seca, uma visita de trabalho até à área da Ribeira do Tojo (aquela cuja plantação se iniciou em Janeiro de 2010, lembram-se?).

Por todo o lado onde o solo é fértil e a humidade abundante, o silvado cresce vertiginosamente, pelo que é necessário controlá-lo. Assim se fez nas duas linhas de medronheiros plantados também em 2010 ao longo do caminho principal de acesso à mata da Altri Florestal, onde ele atravessa os vales nºs 4 e 5. Este último ainda apresenta uma mancha de mimosas perigosa. Numa das próximas jornadas de Verão vamos tentar avaliar qual a melhor solução para a abordarmos.

Gerindo ocupação do espaço entre medronheiros e silvado

Mas, já na Ribeira do Tojo, verificava-se que o silvado, apesar de ser cortado com frequência (este ano já o foi uma vez) já precisava de o ser ainda outra! As árvores aqui plantadas em 2010 encontram-se em geral com muito bom aspecto, a prenunciar um bonito bosque de folhosas daqui por 20 ou 30 anos! Mas entretanto, não apenas o silvado mas a vegetação mais directamente concorrente com as árvores, necessita de ser cortada para lhes dar as melhores condições de crescimento. Aqui, apesar de tudo, o silvado tem o seu lugar. Concretamente a cobrir aqueles montes de lenha de mimosa que aqui foi acumulada em 2010, e que agora se encontram totalmente ocultados pelo silvado. E como ainda quase não há ensombramento, este silvado floresce com extrema abundância atraindo imensas abelhas, quase parecendo que nos encontramos no meio de um colmeal!

Carvalho e sabugueiro já depois de ter sido cortada vegetação concorrente

Carvalho com rebentação jovem

Silvado em flor

Os trabalhos aqui realizados nos últimos meses começam a dar os seus frutos: a rebentação das estacas de salgueiro tem crescido e as mimosas descascadas já dão sinais de desistir… Mas ainda há muitas, dispersas, para dar a oportunidade aos próximos voluntários!

Rebentos de estaca de salgueiro

Quanto à Primavera, claro, agora só a temos outra vez em 2013. Oxalá o Verão seja suave, para a paisagem e para os cuidadores. Estejam atentos às Jornadas Voluntárias de Verão!

Estas e outras fotos em:


Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: