Mel Cabeço Santo

Não foi possível realizar a jornada prevista para o dia 3 de Novembro, devido às condições atmosféricas desfavoráveis, mas por outro lado foi possível avançar os trabalhos de enfrascamento do Mel Cabeço Santo, que a partir de agora estará disponível para distribuição.

Mel Cabeço Santo

À semelhança do ano passado o mel não será vendido, mas oferecido. E o facto de quem o receber ser convidado a dar um donativo para o projecto não impedirá que tenha acesso ao mel mesmo sem donativo. Pois se não fosse assim, não seria oferecido. Aliás, o projecto está aberto a outras formas de colaboração em troca de mel, como trabalho, por exemplo. Em todo o caso, e para que sirvam de referência, são os seguintes os valores de donativo que se propõem para os diferentes tamanhos de frascos:

1 kg: 6 Euros

½ kg: 3,5 Euros

¼ kg: 2,5 Euros

Como o trabalho de maneio é inteiramente voluntário, os donativos obtidos através da distribuição do mel contribuem directamente para o projecto, deduzidos os custos com os materiais adquiridos.

O Mel Cabeço Santo resulta de um maneio sem recurso a biocidas, em particular para o controlo da varroa, que é a praga para a qual a utilização de produtos de síntese é mais habitual. Outra fonte possível de contaminação é a cera moldada, utilizada tanto no ninho como nas reservas de mel (meias alças). A partir da mais recente colheita o apiário do projecto é autónomo em cera, passando a utilizar apenas a cera do próprio apiário, por reciclagem da cera de opérculos (“tampas” dos alvéolos de mel). Também, e ainda que em 2011/12 se tenham realizado operações de multiplicação de colónias por divisão do ninho, existe a intenção e o objectivo de, a partir da próxima época (2012/13) aplicar um maneio de mínima intervenção sobre o ninho, respeitando a dinâmica das colónias no que ao enxameamento diz respeito. Por outro lado, tentará fazer-se o possível por dar localmente condições aos possíveis enxames resultantes de enxameamento natural para que não “fujam” para outras paragens.

Esta e outras opções, que oportunamente serão aqui divulgadas, têm como objectivos não apenas permitir obter um mel que possa ser certificado como biológico e que seja de qualidade, mas, mais do que isso, proporcionar um maneio das colónias que seja respeitador das suas dinâmicas, dar as melhores condições possíveis às abelhas para que vençam todas tensões e disrupções que as difíceis condições exteriores impõem, e ainda, que nos possam dar um produto que, a nós próprios, humanos, possa ajudar a ultrapassar um momento histórico difícil em todos os aspectos.

O Mel Cabeço Santo estará disponível para distribuição na Sede do Núcleo de Aveiro da Quercus, havendo alguns Núcleos Regionais da Associação que também pediram alguns frascos. Uma óptima forma de adquirir um frasco é vir até Belazaima e participar numa jornada voluntária! A próxima é já dia 24 de Novembro, em sintonia com a iniciativa “Floresta Comum”. E claro, será reservado um lote de 60 frascos de 150g para oferta a todos os voluntários que participem em jornadas de trabalho completas já a partir da próxima. Se esgotarem durante a temporada (até ao Verão de 2013), para o ano reservam-se ainda mais frascos!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: