Jornadas de Primavera: ponto de situação

A primeira jornada voluntária era para se ter realizado no dia 2 de Abril, mas as previsões meteorológicas foram ainda mais instáveis que o próprio tempo, ditando o cancelamento da jornada, na qual participaria um grupo de estudantes Erasmus da Universidade de Aveiro. Afinal, a chuva acabou por vir bem para o final do dia, o que não comprometeria a jornada, embora sim o serão e o acampamento previstos.

Já com a última jornada de Inverno tinha acontecido algo parecido, e as últimas árvores da temporada acabaram por ser plantadas já no dia 1 de Abril, encerrando a época de plantação, uma época bem frutífera, por sinal, na qual muitas centenas, talvez mais de um milhar de árvores e arbustos foram plantados.

E eis, bem a propósito, que a próxima época de plantação já está em preparação. De facto, a preparação começou já no Outono, com a colheita dos frutos. As bolotas e as castanhas foram então conservadas numa câmara frigorífica, tendo de lá sido retiradas no princípio de Abril. Foram depois misturadas com areia ou turfa, para manterem a humidade, e conservadas à temperatura ambiente. Ora as primeiras já começaram a germinar. E é quando germinam, o que é garantia de viabilidade da semente, que se semeiam nos tabuleiros de alvéolos, onde passarão a Primavera e o Verão, até ao Outono, quando poderão começar a ser plantadas. Então as primeiras 70, sobretudo castanhas, que começaram primeiro a germinar, foram já semeadas. Ao longo das próximas semanas muitas centenas serão semeadas, pois teremos áreas significativas para plantar na próxima época.

DSC_0033

A primeira castanha a germinar!

DSC_0040

A primeira bolota a germinar!

DSC_0036

Havia já uma boa quantidade de sementes germinadas, sobretudo castanhas

DSC_0038

As restantes bolotas e castanhas continuarão em estratificação, à temperatura ambiente, até germinarem

DSC_0037

Tabuleiros de estratificação, cobertos com vidro, para não perderem humidade

DSC_0043

Primeiro tabuleiro de sementeira de 2016

Ora, é exactamente nas futuras áreas de plantação que prevemos realizar a próxima jornada. E numa das áreas, de reconversão de eucaliptal, planeamos fazer algo ainda não experimentado: pelo menos em locais mais sensíveis tentaremos evitar o uso do herbicida, removendo os rebentos de eucalipto numa fase ainda precoce, o que tem a vantagem de, frequentemente, se poder fazer apenas com as mãos. Mas para isso precisamos de muitas mãos!

Outro dos trabalhos previstos para a próxima jornada é a arrumação de ramadas de mimosa e eucalipto no Vale de São Francisco, de maneira a preparar o terreno para intervenções futuras. Oxalá o tempo ajude! Para já, as perspectivas são animadoras: dos próximos 10 dias previstos na página do IPMA, apenas no Sábado não se prevê chuva!

Anúncios

1 Response so far »


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: