2ª Jornada de Primavera

Depois de alguns adiamentos, assim se fez a 2ª Jornada de Primavera de 2016 no Cabeço Santo. Começamos no Vale de São Francisco na parte esquerda do vale. O trabalho era arrumar a ramada e lenha de eucalipto e mimosa que tinham sido cortadas em duas fases. O trabalho foi muito duro para os valentes e corajosos(as) voluntários(as). A vista espetacular para as duas cascatas, que foram colocadas a descoberto depois do corte das mimosas e alguns eucaliptos, serviu de inspiração e força para o trabalho que tínhamos que concretizar.

CIMG5164

arrumar ramada nos socalcos

CIMG5163

CIMG5165

Os trabalhos continuam, com as cascatas do Vale S. Francisco na paisagem

CIMG5161

Optámos pela estratégia de iniciar nos socalcos inferiores e dividimo-nos em 2 grupos, sendo que um elemento trabalhou sozinho. Os trabalhos avançaram a bom ritmo, mas, via-se que não se iria realizar tudo naquela manhã. Fizemos a mudança de planos de começar de cima para baixo e tentar lançar de 2 socalcos para poupar esforços. Resultou em parte: alguma da ramada e lenha ficou pronta, outra vai ter que ser cortada no local e deixada arrumada para decompor para matéria orgânica. Foi um trabalho pesado e não muito animador para todos, é de salientar o empenho e esforço das novas estreantes, jovens estudantes da UA na área de Biologia.

CIMG5160

Depois do merecido almoço por terras do Feridouro numa das casas de um dos colaboradores do projeto, tivemos a oportunidade de partilhar experiências e conhecer novas espécies de plantas e seus usos, plantas que mostram as suas cores e beleza nesta altura primaveril. Terminámos a provar alguns morangos silvestres, que tanto abundam por estas terras.

A segunda fase do dia foi no Vale de Barrocas. Iniciámos a subida para o vale para remoção da rebentação de eucaliptos. Pelo caminho, perto da ponte no Chão do Linho, foi a oportunidade de encontrar algumas s-ibéricas (Rana iberica). Realizou-se este trabalho neste vale porque queremos proteger as linhas de água nesta área, já que é a localização de algumas minas que fornecem várias casas na aldeia do Feridouro.

Tentámos ser minuciosos e começamos dividindo áreas de trabalho, onde uns com facas e outros com machados avançaram a bom ritmo.

CIMG5166

paisagem do chão do linho e encosta a sul da ribeira de Belazaima

O sol radiante que fez nesse dia ajudou nos trabalhos e a vista para o Chão do Linho e toda a nova área ribeirinha ajudou a retemperar forças.

CIMG5168

Há sempre espaço e tempo para brincar 😉

Conseguimos percorrer toda área até ao caminho para Belazaima-a-Velha, ficando a faltar toda a área acima desse caminho, onde esperamos intervir na próxima jornada.

CIMG5169

Preparação para a foto de família, o garrafão é de água 😉

13101016_978923932192839_926537938_n

A habitual foto de família

Até lá, estamos a tentar fazer mais uma jornada extra, que deverá ser confirmada e divulgada dentro de dias.

Muito obrigado mais uma vez aos valentes voluntários(as), em nome do projeto e da Natureza.

Até breve!

Jorge Morais

Anúncios

1 Response so far »


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: