Posts tagged mimosas

A jornada inaugural de 2018

O ano de 2018 iniciou-se com uma jornada voluntária extraordinariamente participada, com mais de 30 voluntários a não quererem perder a oportunidade de inaugurar o ano voluntário com a primeira jornada de plantação de árvores da época.

Com efeito, se até agora as jornadas foram sobretudo devotadas à sementeira, teremos agora algumas jornadas de plantação. No entanto, o elevado número de voluntários aconselhou a divisão do grupo: uma parte deslocou-se até ao Feridouro para trabalhar nas espécies invasoras e a outra ficou pelo Vale da Estrela, junto a Belazaima, para as plantações e também arrumações de ramada.

O dia estava frio, mas acordou com sol, o que ainda não tinha acontecido desde o início do ano, pois choveu praticamente toda a semana, deixando para trás os tempos de sede.

IMG_20180106_095024

O olhar atento da voluntária Liliana sobre o vale do ribeiro iluminado pelos primeiros raios de sol

No Vale da Estrela os voluntários dividiram-se ainda entre trabalhos de plantação e arrumação de ramada. A área a plantar, ardida no incêndio de Abril de 2017, dividia-se entre parcelas de eucaliptal e de pinhal. Todo o material lenhoso queimado que foi possível retirar com maquinaria já o tinha sido, mas nas áreas muito declivosas tal não tinha sido possível, por isso era necessário juntar as ramadas para tornar o terreno acessível e gerível no futuro. Por isso uma equipa de 4 voluntários dedicou-se inteiramente a este trabalho.

Os restantes voluntários dedicaram-se à plantação das árvores. As espécies disponíveis para este dia eram o sobreiro, o medronheiro, e o lódão-bastardo. O terreno não era muito fácil porque apareciam bastantes pedras grandes no caminho das ferramentas, e talvez por isso tenha acontecido o incidente inédito de se ter partido o cabo de uma picareta! Também as raízes dos eucaliptos são sempre um obstáculo, apesar de ao longo de uma faixa ter podido operar uma giratória a partir toiças e a arrancar raízes.

IMG_20180106_102344

A técnica de plantação em demonstração

IMG_20180106_102918

Medronheiro devidamente plantado

IMG_20180106_104723

Voluntários na arrumação da ramada

IMG_20180106_105307

Medronheiros em trânsito

IMG_20180106_120302

Sobreiro plantado

Depois de um almoço com a totalidade do grupo na base de operações da Quinta das Tílias – um almoço quente e à mesa! – o grupo voltou a dividir-se entre plantações e invasoras. Mas antes disso, ainda com boa luz, fotografou-se o grupo.

IMG_20180106_132707

O almoço foi quente e nutritivo, graças à Ana Teresa

DSC_2261

Desta vez, a foto do grupo fez-se depois do almoço

À tarde o vento soprou mais forte e assim até pareceu mais frio, mas, com a energia do almoço e o movimento dos braços e das pernas, ninguém arrefeceu (demasiado!).

No Feridouro, os voluntários dedicaram-se sobretudo ao arranque de plantas de mimosa no Vale de São Francisco e depois no corredor ecológico ribeirinho, primeiro no Chão do Linho e depois já dentro da mata da Altri Florestal. Para além do arranque, foram também cortados rebentos de eucalipto. Dentro da mata, o declive era por vezes elevado, obrigando os voluntários a grandes exercícios de equilíbrio!

IMG_20180106_151344

No corredor ecológico ribeirinho, os voluntários dedicam-se ao arranque de mimosas

IMG_20180106_145822

Um olhar (da Liliana) sobre o carvalhal ribeirinho

IMG_20180106_150319

Vida velha, vida nova…

IMG_20180106_151815

Vista do ribeiro, na zona do Chão do Linho, com o Vale de Barrocas em fundo

IMG_20180106_163924

Trabalhos de corte da rebentação de eucalipto

IMG_20180106_155457

A fazer escalada? Não, a arrancar mimosas!

IMG_20180106_152132

Um olhar sobre a diversidade e a beleza da vida vegetal

IMG_20180106_164312

Com a área do Vale de Barrocas em fundo, os voluntários têm um momento de descontracção e contemplação

Numa jornada inédita que contou com a presença dos presidentes da Direcção Nacional da Quercus e da Direcção do Núcleo Regional de Aveiro (!), foi também produzido um pequeno vídeo, a prometer novos esforços ao nível da divulgação e da promoção:

Tinha começado bem o ano de 2018! E há tanto para fazer ao longo deste ano, que bem precisamos que continue com este nível de entusiasmo. Obrigado a todos os voluntários! E em especial à voluntária Liliana Meleiro, pelas fotos, e ao Raul Silva pelo trabalho de video.

Paulo Domingues

Anúncios

Comments (2) »

3ª Jornada de Outono

Muito participada, a jornada de 28 de Outubro foi dedicada ao controlo de plantas “indesejáveis”: mimosas e eucaliptos. No que toca aos últimos, decorreu na área do Vale de Barrocas, onde ainda impera o verde-glauco da rebentação de eucalipto, após o incêndio de 28 de Abril, mas onde também já florescem pequenas plantas surgidas após esse evento. Do antigo caminho para Belazaima-a-Velha tem-se agora uma perspectiva privilegiada sobre a encosta ribeirinha a norte do ribeiro, plantada na época de 2015/16, e que foi escassamente atingida pelo incêndio.

22851952_1666278780089429_4845228599270360246_n

Uma carapaça (Erica ciliaris) em flor sobre terreno ainda negro

IMG_9063

Com o Cabeço Santo em fundo, os voluntários observam o corredor ecológico ribeirinho, lá em baixo, do outro lado do ribeiro

No que toca às mimosas, a área de trabalho foi mais a montante, na zona da Ribeira do Tojo, em pleno corredor ecológico ribeirinho.

Quanto aos eucaliptos, os voluntários cortaram com machados rebentação numa nova parcela de intervenção no Vale de Barrocas. A parcela em questão é enquadrada por um pequeno vale, mas onde mesmo assim existe uma nascente que alimenta uma casa da aldeia do Feridouro. Por isso, pelo menos no entorno deste vale, é importante desvitalizar as toiças de eucalipto de forma o mais “suave” possível, e esta traduz-se no corte repetido da rebentação. Este foi o primeiro corte. Logo veremos quantos são necessários. Como tudo, também esta operação tem os seus detalhes: os voluntários observaram atentamente e depois… mãos à obra!

IMG_9069

A paisagem ainda dominada pela rebentação dos eucaliptos

IMG_9065

Momento de “formação”

Dado o elevado número de voluntários, o grupo dividiu-se em dois e, enquanto um dos grupos se dedicou aos eucaliptos, outro dedicou-se às mimosas. Aqui a técnica aplicada foi o descasque. Os dois grupos rodaram durante o dia, para diversificar experiências.

IMG_9294

Pelo meio do dia, não faltaram as delícias gastronómicas da Ana Teresa

IMG_9099

Uma mimosa sob o céu

Faltou a foto de despedida…para variar.

IMG_9303

Na falta da foto de despedida, uma perspectiva dos voluntários no caminho para Belazaima-a-Velha

Os trabalhos deste dia deverão continuar durante o Outono, sobretudo o corte da rebentação de eucalipto, e desenvolver-se em simultâneo com a importante operação que se iniciará já a partir da próxima jornada: a sementeira de bolotas! Por isso, seria muito útil continuar a contar com um generoso número de voluntários como aconteceu nesta jornada. Aqui fica o repto, já para dia 11 de Novembro!

Obrigado a todos os voluntários, e em particular aos vários fotógrafos.

Paulo Domingues

Comments (1) »